Siga-nos nas redes Sociais

Eventos

A origem da celebração da Festa de Natal

Publicado

em

A origem da celebração da Festa de Natal

O dia 25 de dezembro é uma data muito importante para cristãos em todo o mundo, pois é a celebração do nascimento de Jesus Cristo, entretanto muitas dúvidas pairam sobre esta data emblemática. A primeira pergunta feita pela maioria é: O menino Jesus nasceu mesmo no dia 25 de dezembro?

Não existe nenhum documento oficial que comprove o dia em que Jesus nasceu. A Bíblia trata desse assunto de forma bastante resumida, e embora o Natal seja uma das festas mais aguardadas por todos; a maioria das pessoas desconhece realmente como essa celebração começou, e porque verdadeiramente é comemorada no dia 25 de dezembro.

O 25 de dezembro

Historiadores citam que, muito antes da época romana, a Europa celebrava, no final de dezembro, o tão esperado renascimento da natureza e a esperança de uma nova vida durante o solstício de inverno. Com origem em festas pagãs, o dia 25 de dezembro está intimamente relacionado as festas e rituais de solstício de inverno realizados por alguns povos, como o festival germânico de Yule (período do solstício de inverno entre os povos germânicos), Saturnália (Festival que acontecia na Roma antiga uma semana antes do solstício de inverno, ou seja, de 17 a 23 de dezembro e que celebrava o deus Saturno) e outros.

No dia 25 de dezembro, na antiguidade também era realizada uma homenagem ao deus Mitras, celebrado como o sol invencível, sol invictus, através de uma série de ritos muito semelhantes aos cristãos (batismo, comunhão e descanso dominical).

O 25 de dezembro foi identificado pela primeira vez em 221 d.C. como a data do nascimento de Jesus por Sexto Júlio Africano, primeiro historiador cristão nascido em 180 d. C e morto em 250 d.C., que ficou conhecido por produzir uma cronologia universal sobre acontecimentos históricos composta por 5 grandes livros que abrangiam história sagrada e profana desde a criação.

O Natal passou a ser celebrado somente 200 anos após o nascimento de Cristo. A primeira data registrada de Natal sendo comemorado em 25 de dezembro foi em 336, durante a época do Imperador Romano Constantino (ele foi o primeiro Imperador Romano Cristão). Posteriormente, o dia 25 de dezembro foi aprovado e oficialmente inscrito no calendário gregoriano.

Outras teorias para o 25 de dezembro

Uma tradição cristã muito antiga dizia que o dia em que Maria foi informada pelo Arcanjo Gabriel de que ela teria um bebê muito especial, Jesus (chamado de Anunciação) foi em 25 de março – e ainda hoje é comemorado em 25 de março. Nove meses após 25 de março é 25 de dezembro.

O 25 de março também considerado importante pois foi também o dia em que alguns dos primeiros cristãos pensaram que o mundo havia sido feito, e também o dia em que Jesus morreu quando já adulto (14 de nisã no calendário judaico).

O festival judaico das luzes, Hanukkah, começa na véspera do 25 de Kislev (o mês no calendário judaico que ocorre mais ou menos na mesma época que dezembro). Hanukkah comemora quando o povo judeu foi capaz de se dedicar novamente e adorar em seu Templo, em Jerusalém, novamente após muitos anos sem permissão para praticar sua religião.

Jesus era judeu, então esse pode ser outro motivo que ajudou a Igreja primitiva a escolher o dia 25 de dezembro como a data do Natal!

Watercolor vector created by pikisuperstar

Quando nasceu verdadeiramente Jesus?

A data exata é desconhecida, porém a alegação de que teria sido no dia 25 de dezembro, devido ao censo que ocorreria em Belém seria pouco provável devido ao inverno rigoroso que assola aquela região no mês de dezembro.

A Bíblia (Lucas 2:8) cita que “… havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho.” Isso era impossível que decorresse na Judéia, devido ao inverno é extremamente rigoroso e os pastores recolhiam seus rebanhos em outubro, e, portanto, praticamente impossível que José e Maria, estivessem a caminho de um recenseamento na época do inverno.

Portanto, eis que surge um outro período onde seria mais provável que José e Maria tivesse feito a viagem. Durante a primavera (março ou abril), há uma festa judaica chamada ‘Páscoa’. Este festival lembra quando os judeus escaparam da escravidão no Egito cerca de 1.500 anos antes do nascimento de Jesus. Neste período Judeus de todo o Império Romano viajaram para Jerusalém para o Festival da Páscoa, então teria sido um bom momento para os romanos realizarem um censo. Maria e José foram a Belém para o censo (Belém fica a cerca de seis milhas de Jerusalém).

Como o Natal é celebrado em todo o mundo

O Natal, feriado anual que comemora o nascimento de Jesus Cristo, é celebrado de maneiras únicas em diferentes países, mesmo naqueles com poucos cristãos. As celebrações do Natal são comuns em todo o mundo. Moldadas por normas culturais, as celebrações de Natal costumam ter um toque local.

  • Peru: O dia 24 de dezembro, conhecido como La Noche Buena (“a boa noite”), é o dia principal das celebrações. Depois da missa, as famílias vão para casa para festejar, abrir presentes e brindar umas às outras à meia-noite.
  • Islândia: As pessoas costumam trocar livros na véspera de Natal e depois passar o resto da noite lendo-os e comendo chocolate. A tradição faz parte de uma temporada chamada Jolabokaflod, ou “O Dilúvio do Livro de Natal”.
  • Alemanha: Na Alemanha, as crianças recebem calendários (geralmente feitos de papelão) preenchidos com 24 quadrados decorados com desenhos festivos. A partir de 1 ° de dezembro, eles abrem um quadradinho todos os dias e comem o chocolate escondido atrás da aba.
  • Jamaica: Na Jamaica a ordem do dia é limpar a casa toda de cima em baixo. Limpeza completa, incluindo pinturas em paredes. Um mini reforma é feita na casa para a celebração de Natal.
  • Grécia: Os cantores de natal na Grécia vão de casa em casa espalhando música e alegria natalina e quando terminam de cantar são recompensados com doces festivos e até dinheiro.
  • China: A palavra “maçã” soa como a palavra “paz” em mandarim, por isso na China muitas famílias comem uma maçã no Natal como um símbolo de boa vontade e harmonia no ano que se inicia.
  • Bélgica: A Bélgica apresenta “presentes musicais” nas festas de Natal. Numa versão popular da dança da cadeira, eles tocam uma música de Natal e passam um presente embrulhado pela sala de mão em mão entre os convidados presentes; quando a música para quem segura o presente fica com ele. Por isso, os presentes devem ser comprados de forma a serem úteis para homens e mulheres.
  • Nova Zelândia: O Natal na Nova Zelândia é, na maioria das vezes, celebrado na praia, fiambres, presuntos e queijos acompanhados por salada são alimentos comuns no Natal. Embaixo da árvore de Natal as crianças costumam deixar pedaços de abacaxi e cerveja para o Papai Noel e cenouras para suas renas.
  • Etiópia: Na Etiópia, as pessoas celebram o Natal, chamado Ganna ou Genna, em 7 de janeiro, de acordo com o Calendário Ortodoxo Etíope. A missa geralmente começa com uma procissão especial à luz de velas, na qual os participantes usam um xale branco fino chamado Netela e circulam pela igreja três vezes antes do início do culto.
  • Portugal: Em Portugal, muitos católicos ainda jejuam antes do Natal. Após a missa da meia-noite, o jejum é quebrado com a festa da Consoada. Sinalizando o início oficial do Natal, a Consoada é composta por carnes, pudins e doces tradicionais.
  • Ucrânia: As pessoas festejam o Natal com uma refeição composta por 12 pratos – um para cada apóstolo. A comida é o centro das atenções e muitos pratos diferenciados são preparados.
  • Brasil: A festa de Natal reúne toda a família, as comidas tradicionais para a ceia natalina são o perú assado, o tender, o pernil, muitos doces e sobremesas diferenciadas. A troca de presentes pode ser feita através do “Amigo Secreto” (Amigo Oculto). Alguns católicos costumam ir à missa entretanto poucas igrejas realizam a missa a meia noite como ocorre em outros países.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre a origem da celebração da Festa de Natal, poderá contar com a ajuda da Lizgarden para decorar a sua casa ou sua empresa para as festividades de Natal e Ano Novo. Veja também nossas dicas para planeamento de Natal.

Para tanto poderá contactar-nos através do telefone (351) 218 429 960, que teremos todo o gosto em ajuda-lo.

Visite nossa loja online: Lizgarden

Conheça nossa página no Facebook: – Lizgarden

LIZGARDEN…ARTE & FLOR em forma de AMOR ♥

Imagem: Christmas vector created by freepik

Populares